10 dicas de segurança para combater incêndios em ambientes de alta tecnologia

Cada dia mais empresas de todos os segmentos do mercado dependem de sistemas de gestão ou outros sistemas de informática para desenvolverem suas atividades. Assim a operação destas empresas torna-se altamente dependente de sua infraestrutura de tecnologia da informação e da disponibilidade de seus data centers.

Estes ambientes de alta tecnologia abrigam instalações muito complexas, com equipamentos de custo elevado e de valor agregado ainda maior. Mas a disponibilidade destes ambientes de alta tecnologia não depende somente da qualidade da infraestrutura e dos ativos tecnológicos de ultima geração lá instalados, mas de diversos outros recursos e serviços.

 

Mesmo com todos os equipamentos funcionando perfeitamente e com a redundância de energia elétrica ininterrupta e dos sistemas de ar condicionado de precisão, outros riscos internos ou externos podem causar eventos destrutivos nestes ambientes de alta tecnologia, provocando interrupções de horas ou dias e prejuízos financeiros, além de diversos outros impactos na continuidade das operações tanto a curto quanto em médio prazo.

 

Já vimos no post anterior dicas de prevenção de combate de incêndio em estabelecimentos assistenciais de saúde. Abaixo citamos 10 dicas de prevenção de risco de incêndios em empresas de alta tecnologia:

 

  1. Não sobrecarregue os circuitos elétricos de ambientes de alta tecnologia.
  2. Desligue todo equipamento elétrico da tomada, ao término do expediente.
  3. Não permita que fios elétricos cruzem a passagem, pois, ao serem pisados, terão a capa protetora comprometida.
  4. Equipamentos elétricos aquecidos indicam problemas; chame um eletricista ou zelador.
  5. Não deixe lâmpadas acesas encostadas em papéis, nem próximas a eles.
  6. Verifique se o conteúdo dos cinzeiros está apagado antes de esvaziá-los nos restos de lixo.
  7. Evite sobrecarregar a fiação elétrica, ligando vários aparelhos numa só tomada em ambientes de alta tecnologia.
  8. Não faça nem autorize que se façam instalações elétricas provisórias.
  9. Não armazene amostras de produtos químicos, solventes etc.
  10. Mantenha os arquivos e as prateleiras fechados.

 

Vale lembrar que o processo de implementação de um eficiente sistema de gestão do risco de incêndio é feito da seguinte forma:

 

  • Diagnóstico / levantamento e análise dos riscos,
  • Planejamento, desenvolvimento de projetos e implementação ações assertivas com aporte de medidas de segurança.
  • Soluções tecnológicas
  • Capacitação para mitigar os riscos e minimizar os impactos
  • Manter-se competitivo á frente dos concorrentes.

 

O risco de incêndio em ambientes de alto tecnologia não é mais um assunto somente da segurança do trabalho ou dos bombeiros, mas sim, um assunto corporativo de estratégia e continuidade dos negócios.

 

E você, utiliza quais tipos de prenveções de combate de incêndio na sua empresa? Deixe um comentário abaixo e compartilhe sua experiência conosco. Acompanhe-nos em nossas redes sociais e fique por dentro das novidades do mercado de automação industrial.

 

   
Voltar
Imprimir
Compartilhar
Comentários:
0 Comentário(s)

Deixe o seu comentário!