Benefícios da automação predial para a economia de energia

Nos últimos meses várias regiões do Brasil vêm sofrendo com falta de água. Uma das consequências desse problema é a redução dos níveis nos reservatórios de usinas hidrelétricas, que são responsáveis pela maior parte da energia gerada no país. Com as hidrelétricas operando abaixo de sua capacidade, outras formas de geração de energia elétrica são necessárias, o que aumenta o custo de produção e eleva o preço do kWh (quilowatt-hora).

 

Em meio a essa crise, tanto a indústria quanto os consumidores estão à procura de soluções capazes de diminuir o consumo de energia e a automação predial vem se tornando uma ótima alternativa. Já vimos aqui no blog como a segurança eletrônica pode reduzir custos em tempos de crise. Hoje vamos falar de alguns benefícios da automação predial para reduzir o consumo de energia da sua empresa.

 

Como recursos de automação podem reduzir o consumo de energia?

 

Um caso comum de redução no consumo de energia através de um processo de automação é a utilização de um termostato. Em uma câmara frigorífica, por exemplo, o termostato é responsável por manter o sistema de refrigeração ligado apenas quando a temperatura está acima da programada. Essa função evita que o sistema de refrigeração se mantenha ligado em tempo integral desnecessariamente e, como consequência, gera economia.

 

Apesar de básico, o exemplo citado acima pode ser aplicado a diversas situações. Refrigeradores, estufas, sistemas de ar condicionado e fornos são alguns equipamentos que podem ter seu consumo reduzido quando utilizados com termostatos. Funções de temporização, gerenciamento de degelo e duplo estágio são outras características dos termostatos atuais que geram economia de energia.

 

No âmbito industrial há ainda diversas outras possibilidades de economia de energia além das citadas acima. Um bom exemplo é a redução da velocidade de motores elétricos por meio de inversores de frequência. Esses dispositivos permitem que os motores operem com velocidade variável, o que reduz o consumo energético quando comparado a um motor trabalhando em sua velocidade máxima. Citamos abaixo mais alguns exemplos de como a automação pode reduzir custos de energia.

 

  1. Acionamento e desligamento em horários pré-estabelecidos;
  2. Controle de temperatura dos ambientes;
  3. Controle de consumo de água e gás;
  4. Controle de iluminação;
  5. Fornecimento de utilidades dos edifícios como, água gelada, água quente e energia auxiliar;
  6. Uso inteligente dos equipamentos e sistemas;

 

Você utiliza soluções de automação para economizar energia elétrica? Concorda que termostatos e inversores de frequência podem economizar energia elétrica? Deixe seu comentário.

   
Voltar
Imprimir
Compartilhar
Comentários:
0 Comentário(s)

Deixe o seu comentário!