Segurança eletrônica pode reduzir custos em tempos de crise

Diversas empresas estão reduzindo custos devido à situação econômica atual, porém, quando o assunto é segurança, este item sempre pesa na decisão. Arriscar ou diminuir a sensação de segurança não é nada fácil, e para o empresário viver com esta sensação de insegurança é um processo bastante complicado.

 

Entretanto, em muitos casos, é possível economizar e ainda sim manter um bom nível de segurança. Por exemplo, empresas que possuem serviços de portaria ou vigilância 24 horas estão optando em deixar o serviço humano apenas durante o dia, principalmente em ambientes fabris, onde o movimento de pessoas, mercadorias e documentos é maior, e deixam a segurança eletrônica (alarmes e monitoramento de imagens) no período noturno.

 

Há de se tomar alguns cuidados nesta decisão:

 

  1. Todas as entradas e saídas possíveis da empresa devem estar devidamente seguras com grades e/ou sensores para garantir que não haja intrusão de meliantes no local; Deverão ser feitos ajustes físicos no local para garantir que o sistema de alarme funcione corretamente;
  2. Os procedimentos internos da empresa deverão obedecer às diretrizes de segurança, como por exemplo, não deixar retalhos de produtos, matéria-prima espalhados fora da área de cobertura do alarme para não atrair a intenção de roubo dos ladrões;
  3. As informações de senha e contra-senha devem ser mantidas em sigilo apenas com as pessoas de confiança cadastradas no sistema de monitoramento;
  4. As senhas para armar e desarmar o sistema ou controle remoto deverá ficar apenas com os responsáveis;
  5. Para este levantamento de vulnerabilidade de sua empresa consulte profissional especializado.

 

É comum as empresas optarem por preços baixos, sem levarem em conta a qualidade do equipamento e da própria instalação do alarme ou câmeras.

 

Em casos de alarmes, sensores ou fiação ruins fará com que seu sistema dispare várias vezes, atrapalhando o seu descanso e causando a perda da credibilidade do sistema e da empresa (esta perda de confiança poderá se transformar novamente em sensação de insegurança).

 

Em caso de câmeras ruins ou mal instaladas ou mesmo mal dimensionadas, prejudicarão a visualização de seu sistema. Você tentará o acesso noturno e a câmera só capta imagens durante o dia, então, à noite, você visualizará um vulto e não identificará à pessoa, isto só prejudica a sua segurança, acarretando um grande inconveniente.

 

Outro ponto importante é conhecer a empresa que fará o monitoramento, conhecer a estrutura técnica e de suporte que ela possui, lembre-se que esta empresa precisa ter pessoal capacitado para observar seu sistema de alarmes 24 horas por dia, bem como ir até o local em casos de disparos.

 

Lembre-se é sempre melhor prevenir quando o assunto é segurança.

 

Por Luiz Henrique Lopes

   
Voltar
Imprimir
Compartilhar
Comentários:
0 Comentário(s)

Deixe o seu comentário!